Olá...

Sou a Marcella, mãe de Eduardo e César, nosso caçulinha. Agradeço a Deus por tudo que tenho, a começar pela família maravilhosa que Ele permitiu que eu construísse a partir da minha união com Francisney, meu amor.

Criar um blog é novidade em minha vida, mas me inspirei em tantos outros que visitei, tive conhecimento e acesso a diversas informações e então me senti motivada a fazer o mesmo: compartilhar vivências, idéias, conhecer pessoas e principalmente, poder ser útil. O foco principal a ser abordado será o diagnóstico de Cesinha: MIELOMENINGOCELE. Meu caçulinha tem 05 meses de vida e em sua formação ainda na minha barriga, ocorreu uma imperfeição em sua coluna vertebral, em seu tubo neural. Deus é muito maravilhoso e nos permitiu descobrir essa particularidade em nossa criança aos 04 meses de gestação. Foi uma notícia difícil... A USG Morfológica é muito esperada pelas futuras mamães e papais, é o momento da certeza do sexo do bb, é um marco na gestação, e no nosso caso, foi um baita susto. É difícil aceitar que seu bbzinho lindo, desejado e esperado, possa vir a nascer com "problemas", ainda mais um diagnóstico com esse nomão MIELOMENINGOCELE (parece até xingamento... rsrs). O novo surpreende... nunca tinha ouvido sequer falar em tal doença, não compreendia como poderia ser possível acontecer essa malformação se fiz tudo certinho, desde à alimentação, cuidados com vacinas e medicamentos, usei ácido fólico antes de engravidar, enfim, eu tentei encontrar uma resposta que justificasse estar nessa situação. Chorei muito, li muitas coisas na internet e tanta informação nova deu um "nó" em meu juízo, mas GRAÇAS A DEUS meus queridos, tal inquietação durou apenas um final de semana. Conversando com Deus percebi então o que ocorrera: meu bb foi muito desejado, planejado e chegou na hora determinada por Deus em nossa vida. Percebemos então que era uma benção, e não motivo de preocupação ser mãe/pai do César. Uma criança como ele só pais "super-heróis" para lhe proporcionar uma vida digna e cheinha de amor. A ficha caiu e se já amava a criança em meu ventre antes mesmo de saber de sua doença, passei a querer ele mais ainda depois da Morfológica. Deus tinha um propósito em nossa vida e tenho certeza que tbm há um plano extraordinário na vida de meu filho. Eu e o Binho (prefiro chamar Francisney assim) tínhamos 02 opções: ficar paranóicos pensando bobagens ou aceitar nosso bb da forma que ele é. Claro que aceitamos a 2ª opção!!!! Até o dia de hoje ainda escuto pessoas dizerem: "Como vc conseguiu manter a calma por tanto tempo? Não queria estar em sua pele...". Sempre ouvia esse tipo de indagação, ouvia não escuto até hoje, e apenas respondo: "Sirvo a um Deus do impossível!!!". As pessoas costumam ter uma visão muito limitada a cerca da vida. Nunca tive problemas com diferenças, sejam elas físicas, modo de agir, pensar, vestir, etc., porque para mim SER DIFERENTE É NORMAL. Eu e minha família já passamos por diversas situações difíceis desde o nascimento do César, suas cirurgias, recuperação lenta, Dudu sentindo-se só por conta da dedicação que foi necessária dar a César enquanto internado, gente, já vivemos coisas demais nesses 05 meses. Mas o que desejo que saibam é que Deus não nos deixa faltar nada. Cuidou de nós, do meu pequeno e a cada dia tem operado um novo milagre em sua vida. 
Esse post tá ficando é grande... mas estou terminando...
Vou tentar organizar as idéias, estão vindo inúmeras, e desejo compartilhar cada fase de nossas vidas até o dia de hoje e pretendo com isso poder ajudar outras famílias, e como disse antes, trocar experiências... O que mais sinto falta hoje é de alguém por perto, digo perto assim, que eu pudesse esclarecer minhas dúvidas, são tantas perguntas que surgem, e às vezes acho mais sadio ouvir respostas de quem vivencia essa realidade, acho mais proveitosa do que as tantas previsões médicas, sempre afirmando limitações e meu filhote sempre ultrapassando todas elas...

Um grande abraço,

Marcella ;) 

Comments
5 Responses to “Olá...”
  1. Unknown says:

    Que lindo Marcela! Não tenho dúvidas, que vcs foram abençoados por Deus, ao receber esse anjinho na vida de vcs. Força,fé, coragem, tb creio no Deus do impossível e sempre digo:o que é limitado para mim é "fichinha" para Deus!
    Desde já agradeço pelo gesto de amor e coragem que vc está deixando aq!!!
    Beijooooo
    Flávia(Colega de Dana)

  2. cesar jr says:

    lindooooo irmannnn lindaaaaaaaaaaa te amoooooooooooooooooooooooooooooooooooo!!!

  3. Marcella, Deus só confia filhos especiais à mães especiais. Sinta-se feliz por ser uma dessas mães, dentre tantas, Deus apontou pra vc e confiou o Cesinha, para que vc cuidasse, amasse, criasse.

    Só uma ressalva, não diga que a Mielo é uma doença, sempre se refira a ela como condição, pois, é o que ela é, apenas uma condição.

    Super beijo e bem vinda ao mundo blogueiro!

  4. Bruna silva says:

    Estou amando ler sua história e a do pequeno César! Também estou passando pelo mesmo momento difícil, mas pra Deus nada é impossível! Minha pequena Alice também nasceu com a mielo, descobri aos 7 meses de gestação. Foi assustador o momento da descoberta... Juro que fiquei mal, mas bem como vc disse, aceitar assim ou ficar pensando bobagens. Eu e meu marido sabíamos que assim que ela nascesse teria que fazer cirurgia, até então estava só pensando na mielo, mas ao descobrir que também havia a hidrocefalia, meu mundo virou de ponta cabeça. O jeito era esperar ela nascer, não da maneira que sonhei, ter um parto normal e tudo aquilo que nós mães sonhamos.
    Ela nasceu de 37 semanas e 2 dias, no dia seguinte ao nascimento ela dez a correção da mielo, se recuperou super bem, mas ainda teve que ficar internada para poder fazer a cirurgia para colocação da válvula. Foram 17 dias de espera até poder leva lá para casa. Agora já esta com 1 mês e 1 semana, uma garotinha super esperta. Oro todos os dias pra que Deus aja na vida dela e não precise mais da válvula, pois meu maior sonho é ver ela sem precisar passar por mais procedimentos ou cirurgias.
    E só quem passa pela mesma situação sabe o quão complicado é, e o quanto passamos para o bem dos nossos pequenos
    Que Deus abençoe a vida da sua família e traga mta saúde e bênçãos a vida do pequeno César. Beijos e um forte abraço de uma mãe de primeira viagem que vive a mesma história que a sua.

  5. Marcella says:

    Bruna,
    Deus capacitará a vc e toda a sua família para cuidar de sua princesa. Inseguranças todos nós sentimos, mas com amor minha flor, toda e qualquer realidade pode ser modificada! Sei como se sente, mas prepara o teu coração: tua filha ainda vai te trazer tantas alegrias, tanto amor, que seus dias de angústias serão substituídos por dias de felicidade constante. Os primeiros dias, primeiros meses são os mais tensos, o pós cirúrgico nos deixa apreensivas, mas tenha paciência, descansa no Senhor e curta cada instante com sua pequena. Uma lição que aprendi com César é que precisamos viver um dia de cada vez, não fica tensa pensando nos dias futuros, viva o seu momento, cada preocupação no seu dia... Crianças especiais são tesouros que Deus nos confia aqui na terra. Se quiser conversar, trocar idéias, estou à disposição ok? Um super abraço! Marcella (ceubinho@gmail.com)

Leave A Comment

Tecnologia do Blogger.