César Neto: 8º mês de vida...

Nossaaaaaa, como o tempo tem passado rápido... meu príncipe já está com 08 meses de nascido, uma benção de Deus!!!

Curativo que a mamãe fez... 
Pra variar, muitos acontecimentos na vida de meu bb. Atualizando vcs, mês passado César passou pela sua 3ª cirurgia, e como foi dito, foi um sucesso pois o propósito dela era avaliar a válvula, foi trocada e já fizemos uma nova tomografia que indicou estar tudo no lugarzinho certo. Vou lhes relatar agora o pós operatório, houveram incidentes que me deixaram muito tensa. O César operou na sexta 27/04 e 28/04 teve alta. Uma semana depois em revisão com o neuro, os pontos foram retirados. Em um lugarzinho formou uma "casquinha", acho que por conta da pele frágil sendo suturada no mesmo lugar. Até aí tudo bem, o local ficou inchado mas da mesma forma que na ocasião da colocação da 1ª válvula, nada diferente. Só que no sábado 05/05 observei o travesseiro e a camiseta do César molhados, e com mais atenção verifiquei a cicatriz e me deparei com o local dodói sem a casquinha (provavelmente retirada pelo César dormindo) e creiam, gotejando líquor. Eu me desesperei, mesmo sabendo que Papai do Céu não permitiria nenhum mal ao meu pequeno, mas meu coração vacilou, entrei em pânico. Meu maior temor era infeccionar, eu só pensava em internação de novo e isso me apavora.... Liguei pro Dr. Luis antes das 06 da manhã e por telefone ele pediu que fizéssemos a higiene do local e mantivesse coberto com gase e ataduras. Foi um dia muito tenso, pois o neuro só estaria na cidade no domingo para ver Cesinha. Vou lhes contar um segredo: não sei lidar com situações como esta, machucados me afligem e lá estava eu, diante do meu bb gotejando líquido de sua cabecinha e tendo fazendo curativos com as mãos tremendo. Acho que só não desmaiei pq não me era permitida tal ação, mas acrescento que não foi nada fácil. O César se manteve normal, super zen como sempre, eu é que não sei lidar muito com esses revezes. Tivemos a ajuda da Tia Aninha (enfermeira daqui a uns dias) que aliviou fazendo alguns curativos bem mais perfeitos que os meus. Foram várias as vezes que trocamos os curativos pq Cesinha toda hora retirava, ele não estava nem aí... O sábado finalmente acabou e no domingo 06/05 voltamos ao hospital e o Dr. Luís suturou novamente o local. César chorou bastante, mas só na hora mesmo, acho que estava mais chateado com o "ficar quietinho" que com o procedimento propriamente dito. Ufa, depois de tanta agonia voltamos pra casa mais tranquilos.
Os dias se passaram e César gripou violentamente, muita secreção, respiração ruidosa, choramingos e indisposição. Lá vamos nós pra emergência de novo. Tomou nebulização e fizemos um raio X, lá estavam as temíveis secreções no pulmão e o diagnóstico de Bronquite. Antes da cirurgia ele havia gripado e tomou antibióticos por 10 dias. No dia em que foi operado estava ótimo, sem sinais de gripe. O médico plantonista me explicou que mesmo demonstrando boas condições de saúde e tendo tomado remédios, o seu organismo não estava 100% ainda. Quando foi exposto ao hospital, centro cirúrgico, anestesia geral, tudo isso ocasionou uma baixa em sua imunidade, daí a gripe se apresentou tão forte. Mais uma rodada de antibióticos e graças a Deus sua recuperação foi muito boa. Os novos pontos foram retirados com tranquilidade, o inchaço está sumindo gradativamente e meu bbzão goza de muita saúde.

Quis contar todos esses "casos" para lhes dizer que imprevistos acontecem e não devemos nos desesperar. Meu pequeno já passou por tantas coisas em sua vida que só ele mesmo com seu sorriso maroto para ficar relaxado, pq a mamãe aqui, graças a Deus que não é cardiopata, são muitas emoções...

Só de sorrisos com a sua "bó bó" Janete
Boas notícias: Cesinha está balbuciando mã mã, pá pá e bó bó. Só vendo as caras e bocas que faz ao pronunciar as sílabas. Está tentando falar outras coisas mas não entendo nada. Em relação ao seu desenvolvimento, se mostra cada vez mais interessado com as coisas ao seu redor, se esforça muito pra pegar objetos próximos a ele, quando deitado consegue virar apenas o tronco e com muita dificuldade puxa as perninhas com movimentos do quadril. Já fica sentadinho sozinho, mas em intervalos curtos. Não quer saber de se encostar nas pessoas ou travesseiros, quer ficar ereto e vira e mexe, cai pra frente, não tem jeito. Em relação à eliminação de sua caquinha, estávamos fazendo uso de supositórios somado à uma alimentação focada em propriedades laxantes. Sugestão de sua pediatra, começamos a fazer uso de um medicamento chamado Stimulance Multi Fiber 6, é um mix de fibras de origem natural que auxilia o funcionamento do intestino. Eu gostei e achei mais eficiente, no caso de César, que o supositório glicerinado.   A caquinha está sendo eliminada com mais facilidade, ele não tem chorado, e até a textura e forma melhoraram. Eu acho traumatizante o uso de supositório... Em relação à urina, continua fazendo bastante xixi e não há sinais de qualquer tipo de infecção. No final do mês iremos de fato, dar início ao tratamento no SARAH e lá será feito exames específicos para avaliar seu sistema urinário. No mais meus queridos(as) tudo lindo!

Dudu e Cesinha: meus amores


Desculpem o "jornal", mas com tantos acontecimentos, a correria do dia-a-dia, retomei minhas aulas na UEFS, o trabalho intenso, fisioterapia e médicos de César, cuidar do lar e família, enfim, tá é difícil arrumar tempo, mas na medida do possível, estarei postando os acontecimentos!!!

Um grande abraço ;)

Tô de bem com a vida!!!!

César Neto: 7º mês de vida...

Enrolando p/ comer a papinha...


O 7º mês de vida do meu grande César foi repleto de emoções... Estamos enfrentando dificuldades em relação à eliminação das suas fezes, meu bebezão gripou, anda reclamando das papinhas (só quer saber de leite), visitamos o Hospital SARAH para a admissão dele e início do tratamento, Cesinha foi operado pela 3ª vez... haja coração...





    No Sarah foi maravilhoso, uma semana inteirinha de aprendizado, troca de idéias e César foi avaliado em diversos aspectos. Foram muitos questionamentos quanto ao seu dia-a-dia desde como brincamos com ele, o que faz de manhã à tarde à noite, se fica mais sentado ou deitado, o que come quando e como, ensinamentos quanto à melhor forma de lidar com o xixi e o côco, uma nova dieta bem laxante para facilitar sua alimentação, muitas informações. Analisando os exames feitos lá os médicos informaram que César não está sendo capaz de eliminar por completo sua caquinha, pois o raio x apontou muito côco no intestino. Quanto ao estudo do xixi, faremos um exame futuramente chamado Urodinâmica da Bexiga para ser avaliado o comportamento desse órgão, como ele está funcionando e observar se está havendo retorno de urina para os rins. Essas questões ainda me deixam apreensiva... Eu achava que meu bb não teria problemas com caquinha e xixi já que faz direitinho e todos os dias em quantidade razoável. Mas sua condição exige uma atenção melhor e quanto ao xixi, provavelmente em breve estaremos fazendo uso do cateterismo da urina para sua retirada por completo da bexiga, uma medida preventiva em caso de futuros problemas em seu aparelho urinário. Quanto ao seu desenvolvimento cognitivo está muito bom: atento, interessado nos brinquedos e nas coisas ao seu redor, atende quando o chamam de "Cesinha, César ou Césão", ao conversar com as pessoas observa atentamente seus rostos e responde quando lhe é dirigida a palavra, enfim, tem se desenvolvido direitinho. Quando à parte motora, no momento precisamos aperfeiçoar o seu "rolar", ele não consegue fazer esse movimento por completo, e o seu peso não ajuda também. O tratamento consiste em conquistar metas e a do momento é auxiliá-lo a rolar com muito estímulo, brincadeiras, colocar ele no chão e na cama de preferência de "bruços" para assim fortalecer os braços e tronco (ele já sustenta direitinho sua cabeça). Aprendi que toda a evolução do bb no sentido de sua movimentação depende muito de seu interesse. César precisa ter vontade de se locomover, ser motivado a ir em busca do que deseja, até o seu andar, só vai acontecer se ele sentir-se impulsionado a isto! Ele precisa rolar, sentar, arrastar, engatinhar, levantar-se para andar. Como toda criança pode ser que pule uma etapa, mas ele vai conseguir, do jeito dele, galgar todas essas metas. Não esquecendo do mais importante: toda criança tem seu próprio ritmo, não posso compará-lo a outra, ou esperar que aos 7 meses ele faça isto ou aquilo, tudo acontecerá em seu tempo. Ficamos no SARAH entre os dias 16 e 20/04/12.

Pós operatório... de cortar o coração...
Voltando do SARAH, hora de agilizar a cirurgia de César para avaliação da válvula. A equipe médica do SARAH avaliou a última tomografia e eles acharam prudente a decisão do Dr. Luis em operá-lo. A válvula não deve em nenhum momento incomodar o paciente, e como ela já estava mal posicionada, compromete seu funcionamento e o dr. ao operá-lo determinará a troca ou não da válvula, bem como sua retirada. A cirurgia para correção foi marcada para o dia 27/04. Foi muito angustiante para nós a volta ao hospital, foi difícil para mim ter que mais uma vez acompanhar meu bb ao Centro Cirúrgico e lá entregá-lo nas mãos de tantos profissionais... Mas DEUS É FIEL E NÃO NOS ABANDONA NUNCA, e com toda certeza Ele cuidou para que tudo acontecesse conforme Seus desígnios. Cesinha levou cerca de 2hs em cirurgia,  dr. optou pela troca da válvula, e ao retornar pro aptº muito choro. Meu pequeno ficou num jejum de 12hs e o resto do dia ficou muito chateadinho, agoniado com o soro preso ao seu braço, com movimentos limitados por conta dos curativos em sua cabeça. Não é difícil imaginar o quanto a noite foi incômoda... muito chorinho, sem querer comer, não tinha posição que agradasse, mas mamãe esteve lá firme e forte com um colinho bem aconchegante e cheinha de amor para dar!!! No sábado 28/04 ele já estava de alta. Apesar da complexidade da cirurgia, o procedimento é rápido e não demanda muitos dias de internamento. Voltamos pra casa felizes da vida, pois tudo ocorreu de maneira tranquila, o temor da nova cirurgia foi dissipado e agora só cuidar para que meu pequeno se recupere com a maior brevidade possível!!!

"Tá tudo bem mãe!!!"
Sou muito feliz em ser mãe do César, ele revigora minha fé, renova minhas energias com seu belo sorriso, com sua vontade de viver, às vezes ele me olha nos olhos como quem diz "Tá tudo bem mãe" e creio que meu bbzinho lindo ainda vai contar muitas histórias, creio que todo esse período de intervenções médicas tende a ir reduzindo. É um bb maravilhoso, calmo, amoroso e dengoso, até de jejum e chateado com a demora da cirurgia ficou lá na recepção do hospital um tempão fazendo seu besourinho...

Apesar dos temores que às vezes sentimos, das novas rotinas que estão por vir, Deus nos capacitará e estaremos prontinhos para auxiliá-lo no que for necessário!!!!

Tecnologia do Blogger.

Curte a gente!

Seguidores

Total de visualizações de página